SCHMERSAL
MENU
E-book Grátis

A cada 3 horas e 40 minutos, uma pessoa morre por acidente de trabalho no Brasil. Esta informação foi divulgada em abril do ano passado, pelo Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho (pode ser acessado na íntegra aqui: smartlabbr.org/sst). Ainda de acordo com a análise, de 2012 a 2018, 17,2 mil trabalhadores morreram no Brasil devido incidentes ou doenças relacionadas às atividades laborais.

O Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho aponta que as lesões mais frequentes de 2012 a 2018 foram:

1º - Corte, Laceração, Ferida Contusa, Punctura: 734.515 ocorrências;

2º - Fratura: 610.325 ocorrências;

3º - Contusão e Esmagamento (Superfície Cutânea I): 547.441 ocorrências;

4º - Distensão e Torção: 321.437 ocorrências;

5º - Lesão Imediata, NIC: 285.265 ocorrências.

Nem todas essas mortes são referentes a acidentes em máquinas. Existem muitos casos de mortes de motoristas, trabalhadores da construção civil, entre outras profissões. Mas você, que trabalha com máquinas e equipamentos, sabe que estas lesões citadas ainda são frequentes. O que tem sido feito para que as estatísticas diminuam e a segurança aumente?

NR-12 e conscientização da segurança

Quando comparamos os registros de acidentes de trabalho ano a ano, é perceptível que os números estão diminuindo. E apesar das poucas pesquisas e bancos de dados disponíveis referentes ao setor de máquinas e equipamentos, já é possível identificar que a curva de acidentes segue caindo.

Não há como comprovar a influência da revisão da NR-12 - em 2010 - nesta realidade, mas é fato de que hoje existe uma maior consciência sobre a importância da segurança do trabalho do que no passado. Mas para que os números reduzam ainda mais, é preciso melhorar a implantação dos requisitos técnicos necessários para que o posto de trabalho seja mais cada vez seguro.

A NR-12 regula todas as condições de trabalho que as empresas têm que aplicar em uma máquina para que ela seja segura durante o trabalho e não provoque acidentes. Afinal, toda máquina ou equipamento tem um perigo e seus riscos devem ser minimizados, por meio de critérios e dispositivos de segurança.

Quem tem consciência da importância de cultura a favor da redução destes riscos têm mais produtividade nos negócios e, com isso, tem consciência limpa! E isso não se aplica só ao empresário, como também ao trabalhador, que muitas vezes negligencia as determinações de segurança e coloca sua vida em risco durante as operações. Uma das mais simples recomendações, por exemplo, é o uso dos EPIs (equipamentos de proteção individual), regulamentado pela NR-6, que infelizmente acaba sendo ignorado em muitos lugares, gerando inúmeros danos.

É cada vez mais importante assegurar não só o posto de trabalho, mas todo o processo produtivo. Esta conscientização acompanha o novo momento de todos os setores industriais, sejam nas operações farmacêuticas, alimentícias, metalúrgicas, siderúrgicas... Todos os profissionais, independentemente do trabalho que realize, deve ser valorizado.

Se você já tem esta consciência e mantém máquinas e equipamentos operando de acordo com as exigências da NR-12, está se destacando entre seus concorrentes! Mas se você ainda tem dúvidas de como trazer esta consciência para suas operações, precisa de profissionais de confiança ao seu lado nesta jornada de segurança. Para isso, você pode confiar nas soluções e na consultoria técnica da Schmersal. Clique aqui e entre em contato para ajudarmos você a espalhar esta consciência sobre segurança no seu dia a dia: https://www.schmersal.com.br/fale-conosco/.

Saiba mais

E-book Grátis